Politicamente incorreto


Ode à burocracia.

 

 

O silêncio desses espaços burocráticos me apavora. Inicia-se com a denominação do estabelecimento, um Cartório para Registros, e resta nas pessoas sem individualidade, tratadas por um nome qualquer, algo semelhante à ficha catálogo para registros. Cada cartãozinho timbrado é um pagamento contribuído, sentenciado pelo tempo eficazmente marcado. Dizem os livros didáticos que a operabilidade do sistema é perfeita, porém sentencia-se como um cadafalso perfeito, harmonizado e tirânico: furta-lhe a esperança e dá-lhe o temor de um certo reconhecimento a negativa, conhece a ti mesmo por uma averbação.



Escrito por Tiago às 14h04
[ ] [ envie esta mensagem ]


Paranóico?

 

Ao assistir “Dr Strangelove” ( http://www.kubrick.com/ ) convenci-me  de que alguns percalços humanos eram aparentemente resolvidos com uma paranóia. Só imagine que o problema está no processo de “fluoretação”, ou que céticos  ( http://www.str.com.br/ca/index.html ) acreditam em asceses paranormais e homenzinhos verdes, mas nunca em evidências.  É só representar um objeto, utilizando-se do espírito descuidado, e colocá-lo racionalmente em vida; ele se reproduzirá como Schopenhauer: mundos-como-representação.



Escrito por Tiago às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


Humm.....

Laços desvanecem e surgem as migalhas no lugar.
Traços escurecidos, espectros invertidos pelo tempo,
o ser doente, a ponto de explodir,
inverter-se o rumo num instante,
eis o momento da celeuma
em que a solidão apresenta,
enfrenta o choro incomum,
incorruptível,
inocente burburinho da Salvação,
dói no peito a dádiva,
abrigo no incompreendido,
mas te sustenta,
levanta e segue tua divida,
a esperança.
Pois, para que esse medo amargo?
O lamento inconseqüente?
Deixai que as fibras enfraqueçam,
fidelidade passageira,
enfrenta a dor e aprende
o sentido além dessa efemeridade,
no jogo sujo da existência,
alimenta tua alma, passageiro
apesar de não encontrar acalento em teus companheiros...

Tiago Mattoso

 



Escrito por Tiago às 03h07
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico
01/11/2007 a 30/11/2007
01/09/2007 a 30/09/2007
01/12/2006 a 31/12/2006
01/07/2006 a 31/07/2006
01/05/2006 a 31/05/2006
01/04/2006 a 30/04/2006
01/02/2006 a 28/02/2006
01/01/2006 a 31/01/2006
01/11/2005 a 30/11/2005
01/10/2005 a 31/10/2005
01/07/2005 a 31/07/2005
01/06/2005 a 30/06/2005
01/05/2005 a 31/05/2005
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/11/2004 a 30/11/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004
01/03/2004 a 31/03/2004
01/02/2004 a 29/02/2004




Outros sites
 Wunderblogs
 Oito Colunas- casa nova
 Oito Colunas
 O Esquisito
 Austríaco
 Contra Ilusão
 Direita
 Patinando com o Alter-Ego
 Fabio Ulanin
 Método da Suspicácia
 O Indivíduo
 Blogico
 Zadig
 Nadando contra a Maré
 Se.liga.com.BR
 Grimaldo
 Amigos da América
 Fora do mundo
 Dardanus
 Filthy McNasty
 Mises Institute
 Lew Rockwell
 Stanley Kubrick
 Bob Dylan
 T.S.Eliot
 Mídia Sem Máscara
 Diego Casagrande
 E-books
 Aristóteles
 Machado de Assis
 Permanência
 Instituto Liberal-RJ
 Alguns bons artigos
 Xavier Zubiri
 Eric Voegelin
 Michel Villey
 Marcel Proust
 Antígona
 Associação Cultural Santo Tomás
 Olavo de Carvalho
 Mendo Castro Henriques
 Pequeno-burguês
 Cosa Mentale
 Claudio Tellez
 Cinema elegante
 Plural
 Meta o pé na jaca